segunda-feira, 21 de julho de 2014

A escolha do sexo



- Por: Lara Caetano -

E quem é que por aqui, enquanto grávida, nunca ouviu palpites sobre o sexo do bebé? Pois, né? Muitos palpites! "A barriga é redonda, vai ser uma menina!", "A barriga é bicuda, vai ser um rapaz!", "Ai eu quero um rapaz!", diz a sogra, "vai ser uma menina!", diz a avó materna.   

E nós? O que nós queremos? Será que podemos ter preferência? Acredito que sim, que podemos. Bem lá no fundo do nosso coração temos uma esperança que o nosso mundo se torne cor-de-rosa ou azul, mas muitas de nós não têm coragem para o admitir. Então usamos aquela velha frase, que não deixa de ser sentida e de ser o  mais importante: "oh, que venha com saúde". Porque será? Será medo da sociedade? Será porque ao admitirmos ter uma preferência estamos a ser más mães? O que vocês acham? 

Eu sonhava com um mundo cor-de-rosa, cheio de borboletas, flores, laços, vestidos, tudo o que caracteriza uma menina. A minha sementinha já tinha nome e eu tinha planos para o futuro. Queria tanto uma menina e estava certa de que era a Lea que me fazia companhia dentro de mim todos os dias. Não conseguia pôr a hipótese de ser um rapaz; na minha cabeça não conseguiria gostar tanto "dele" como já gostava da Lea. 

Chegou o temível dia, o dia em que aquele pequeno ecrã me revelaria o sexo do ser mais importante que carregava em mim. E... e.... e era um rapaz!!! Não havia dúvidas, não era nada tímido.  Chorei de alegria e emoção, mas assim que saí do consultório senti uma grande decepção. Amava-o na mesma, mas a decepção estava ali. Chorei durante 5 dias porque era um rapaz, porque a cor de que menos gostava era o azul, porque já não iria haver laços nem momentos de "mulheres". Queria desabafar o meu desapontamento mas ninguém me compreendia (amigas que não são mães). Como é que eu dizia a alguém que estava triste porque ia ter um rapaz? Tinha medo de ser julgada. Não sabia como iria afastar esse sentimento de mim.  

Sou mãe de um lindo menino carequinha de olhos redondos há quase 5 meses. Hoje o meu mundo é repleto de azul, carrinhos e aviões. Se o desejo de ter uma menina desapareceu? Não, não desapareceu, mas agora é o menino que reina no meu coração. O meu número 1, como se diz na minha família. 
Aqui há tempos a minha mãe perguntou-me: "Lara, ainda querias que fosse uma menina?"
Menina? Nem me lembro porque queria uma menina! Não o trocava por nada deste mundo. 

Se alguma futura mamã se revir neste post, só lhe queria dizer para não ficar triste nem ter medo de expor as suas vontades. Menino ou menina vai ser sempre o melhor das nossas vidas. 

Toda a gente tem sonhos e desejos.  

E tu, que sexo escolhes? ;)

11 comentários:

Suzi Correia disse...

Ter saúde foi a minha prioridade. o sexo ambos me satisfaziam pk amo ser mae porem menino era o q gostava de ter para primeiro filho.

Eva Estevao disse...

Aconteceu-me exatamente o mesmo com o meu filho, eu não me imaginava mãe de um menino e hoje em dia é uma maravilha, aprendo coisas diariamente com ele, até comecei a ver jogos de futebol por causa dele. Tive agora uma menina e o meu coração ficou completo, mas o meu menino será sempre o meu menino :)

Sandra Monteiro disse...

Quando fiquei grávido do Vicente, tinha comigo uma coisa que me dizia que ia ser menino e dizia-o a toda a gente! E não me enganei... desta vez com a Carolina, tinha qualquer coisa que me dizia que era menina, mas como existia o mito que na família, só saia rapazes calei-me e esperei pelo resultado da eco! Todos me diziam que ia ser menina... quando o OB nos disse que ia ser menina, até saltei na marquesa! O meu marido até ficou a olhar para mim! Fiquei contente, mas também ficava se fosse um menino, ia ser o Santiago... o importante realmente é que venha com muita saúde!!

Arménia Santos disse...

Eu tb queria uma Teresa... Mas tenho um anjo Rafael ;-)

Joana Cunha disse...

Que texto tão sincero Lara, como eu tanto aprecio!
Eu sempre quis uma menina, o marido sempre quis uma menina, e quando nos perguntavam "o que preferem?" nós dizíamos que gostávamos de ter uma menina, sinceramente, mas que se fosse um menino ficaríamos felizes também, queríamos era saúde. E era verdade, queríamos realmente saúde acima de tudo, mas não escondíamos a preferência por uma menina. Tinha a chamada "barriga de menina" até aos dois meses de gestação, e depois começa a ficar "barriga de rapaz", e se até ali todos diziam que achavam que era menina, depois começaram a aparecer pessoas a dizer que achavam que era menino... Bom, por medo de me desiludir e me sentir má mãe por isso, comecei a convencer-me de que podia ser um menino também, as probabilidades eram iguais, e portanto, comecei a canalizar-me para essa ideia, passei a só tirar ideias para quartos de meninos, a ver roupas de meninos nas lojas, a só aceitar as roupas unisexo da minha sobrinha, etc... E eis que chega o dia da ecografia, não deu para ver na do 1º trimestre, às 18 semanas fiz outra devido a uma preocupação...e vem a notícia "é uma senhoreca, parece-me", disse o médico... Eu fiquei com sorriso no rosco, mas até foi estranho, porque me canalizei tanto para um menino que acho que já nem tinha preferência...e nem acreditei, dizia ao papá "pode ser um rapaz tímido", e ele convencia-me:"não é nada, é uma menina".Na eco do 2ºtrimestre o médico curto e grosso "bom não sei se já sabem o sexo" e eu respondi "não" (mentirinha) e eis que confirma com toda a certeza:"é uma menina". Era a nossa desejada menina, já tinha nome, se fosse menino ainda não tinha, e hoje acho que foi mesmo tudo medo de estar errada...mas sempre senti que era uma menina.

Regina Freitas disse...

Sempre falamos que gostavamos de ter um menino, principalmente o marido pois em 3irmãos, todos têm 2 meninas, e ele queria quebrar o ciclo. Chegou ao dia da eco, e qual o nosso espanto quando o OB diz que que são 2 bebés!!! Ficamos tão mas tão felizes!! Um deles, o médico diz que quase de certeza que era rapaz, quanto ao outro bebecas, não tinha certeza mas parecia ser rapaz também. Na 2a eco verificou-se serem 2 rapazes. Confesso que até gostaria de ter tido um casalinho, onde existiria a Madalena e o meu mundo seria um misto de rosa e azul. Tenho dois meninos lindos, completamente diferentes em tudo e o nosso mundo de mil cores, sem rosa, não poderia ser melhor!!! :)

Angelana80 disse...

Eu tinha preferência por uma menina. Queria cor de rosa, laços, vestidos, fitinhas e princesas :) ter saúde é o principal mas se me perguntassem entre um menino saudável e uma menina saudável, o que preferes? Respondia uma menina! Não sei se por ter 2 irmãs... Deus concretizou o meu sonho uma menina saudável!

Susana Faria disse...

Amei ☺
Sempre quis um menino primeiro mas quando estava grávida sentia que era menina. E estava feliz na mesma. Descobri que era menino e fiquei radiante. O homem da minha vida ☺ Não o trocava por menina nenhuma, é a luz da minha vida. E como alguém me disse, os meninos são nossos para sempre.

Ni disse...

Faço minhas as palavras da Joana Cunha. Comigo passou-se exactamente o mesmo, sem tirar nem pôr! Até a parte de me tentar convencer que era um menino. Quando soube que era menina, acho que nem acreditei! Ainda andei ali a remoer um "é, deve ter-se enganado e na próxima diz-me que é menino...". Mas não, das 12 semanas em diante, menina foi e menina nasceu!

Carla Costa disse...

Também eu sempre sonhei com a ideia de ter uma menina, ainda mais porque na familia é só rapazes.
Queria que fosse a princesinha dos papas, dos avos, dos tios... Mas logo que soube que estava gravida tive a certeza que era menino.
E assim foi. Hoje tenho o meu principe, o menino dos meus olhos, o amor da minha vida e não o trocaria por nada no mundo.
Aquele sorriso é a melhor coisa que posso receber quando chego a casa.
A verdade é que nem sempre as coisas são como nós sonhamos mas o que verdadeiramente interessa é que os nossos filhos sejam felizes.

Lua disse...

Não sei explicar porquê, mas posso dizer que sempre soube que era uma menina... O nome Carlota sempre presente, a minha tendência para as coisas de menina apesar de não gostar de cor-de-rosa, o sogro só deu rapazes, o cunhado também por isso ele ia fazer o que ainda não foi feito e assim foi! :)