quinta-feira, 17 de julho de 2014

Maravilhosos primeiros dias!


Por: Filipa Barros, 37 dias depois de ter sido mãe pela primeira vez.


O primeiro mês de vida do bebé é uma grande confusão!!!
Para começar temos o cansaço do parto e a respetiva recuperação, tenha sido parto vaginal ou cesariana. Depois são as rotinas, ou no caso a falta delas! Com um bebé nada acontece da mesma forma em dois dias consecutivos. As visitas! Pessoas simpáticas e bem intencionadas que normalmente são inconvenientes. A falta de sono e o bebé que chora e nós não percebemos porquê!

A logística é também interessante: para começar temos medo de apertar a fralda demais e por isso vai sair por fora umas vezes, temos medo de pegar na criatura quando vamos dar banho e chora desalmadamente todo o tempo, as meninas também fazem repuxos de xixi e, pior, de cócó (e pintam paredes e cortinas!), vamos ver se está a respirar, se está frio ou quente! Só tomamos banho quando o pai da criança está. Nas primeiras saídas é mais o tempo que demoramos a preparar-nos para sair do que o que passamos na rua!

'Os bebés mamam 15 minutos numa mama e às vezes na outra.' Nada mais falso! Os bebés mamam o tempo que querem e às horas que querem, e, quando achamos que temos uma rotina, o bebé muda de ideias! São os famosos picos de crescimento. Ah, e adormecemos a dar de mamar e o bebé adormece a mamar e temos de o acordar. E dar de mamar dói e é difícil, e os profissionais de saúde parecem ter comissão nos suplementos!

Toda a gente vai dar uma opinião qualquer sobre alguma coisa, ou é colo a mais, ou tem fome... ou então perguntas parvas 'é tão magrinha... é prematura?' ou se provei do meu leite... Quando estamos fora, as mulheres vão ver o bebé com atenção, os homens vão sorrir e as crianças ficar intrigadas.

Todos os dias se tiram fotografias, às mãos, aos pés, às expressões, aos sorrisos para os anjinhos, a tudo! Fazemos km a acalmar o bebé no colo, mas incrivelmente os braços não doem. Inventamos canções sobre diversos temas. Damos abraços a três, comemos com a criança ao colo, vamos à casa de banho a correr muito, dormimos por turnos e fazemos tudo isto com um sorriso no rosto!